quinta-feira, 9 de abril de 2020

Caixa Auxilio Emergencial

Caixa Auxilio Emergencial








A Aplitech Store não guarda os apps de forma desautorizada em servidores, somos uma redirecionadora de links para a Google Play, colaborando para um download legal, rapido e seguro.

Por causa do Coronavírus (COVID-19), o governo federal brasileiro está disponibilizando um auxilio para trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autonomos e desempregados, sim, um valor em dinheiro depositado em qualquer conta para ajudar o cidadão brasileiro em tempos de crise, pois muitas pessoas estão completamente sem renda e com dificuldades para sobreviver.

Para ter acesso ao auxilio é necessario ser:

Maior de 18 anos, não ter emprego formal, não ser beneficiario da previdencia, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família, então quem recebe pelo bolsa-familia ainda pode participar.

Renda familiar renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);

Rendimentos Tributáveis não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;

Estar desempregado ou exercer as seguintes atividades exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

Caso você não tenha celular ou tablet para fazer o cadastro para receber o dinheiro, você pode acessar https://auxilio.caixa.gov.br/ para fazer o cadastro via site.



















O trabalhador pode ligar para o telefone 111, criado pela Caixa, para tirar dúvidas sobre a renda básica emergencial. A linha está disponível apenas para o esclarecimento de informações.

Primeira Parcela

Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal: quinta-feira (9.04.2020);

Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e não têm conta nesses bancos: terça-feira da semana que vem (14 de abril);

Segunda Parcela

Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 27 e 30 de abril.
Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa.

Terceira Parcela

Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 26 e 29 de maio;
Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de junho, seguindo o calendário regular do programa.

Segundo o portal da Globo G1, apenas para as pessoas que não tenham acesso à internet, será possível também fazer o registro em agências da Caixa ou lotéricas. O cadastro presencial será uma exceção, apenas em último caso.



Informe Publicitário
Anuncie o seu app na Aplitech Store e turbine os seus downloads na Google Play
Anuncie por créditos
Fim do Informe


0 comentários: